MotoGP 2021: os números de uma temporada excepcional para a Ducati

No último domingo, 14 de novembro, no Circuito Ricardo Tormo, em Cheste (Espanha), terminou a temporada de MotoGP que marcou a história da Ducati. Em 2021, a empresa de Borgo Panigale alcançou estes importantes resultados:

  • 2021 foi o melhor ano de todos para a Ducati em termos de pódios no MotoGP. No total, a fabricante de Borgo Panigale obteve 24 pódios com 5 pilotos diferentes: Pecco Bagnaia, Jack Miller, Jorge Martín, Johann Zarco e Enea Bastianini. É um recorde para a Ducati. O segundo melhor ano foi 2019 com 17 pódios no total.
  • Com 7 vitórias em 2021, a Ducati é a fabricante com mais sucessos este ano no MotoGP. O recorde de vitórias conquistadas pela casa italiana em uma única temporada remonta a 2007, com 11 primeiros lugares.
  •  Pela primeira vez desde a estreia no MotoGP, em 2003, a Ducati colocou três motos no pódio num único Grande Prêmio, na última etapa da temporada de 2021, o GP da Comunidade Valenciana, vencido por Pecco Bagnaia à frente de Jorge Martín e de Jack Miller.
  •  Pelo segundo ano consecutivo e o terceiro na sua história no MotoGP, a Ducati venceu o Campeonato Mundial de Construtores na classe principal. Cinco pilotos contribuíram para a vitória do título com 357 pontos no total: Pecco Bagnaia (167 pontos), Jack Miller (63 pontos), Johann Zarco (86 pontos), Jorge Martín (25 pontos) e Enea Bastianini (16 pontos).
  • A Ducati Lenovo Team venceu o Campeonato Mundial de Equipes no MotoGP com 433 pontos. Este é o segundo título obtido pela Ducati com a equipe de fábrica: o primeiro foi em 2007, ano em que a Ducati também conquistou o título de Construtores e Casey Stoner sagrou-se Campeão do Mundo de Pilotos.
  • Pela primeira vez na história da Ducati no MotoGP, a primeira linha do Made in Italy e Emilia Romagna Grand Prix foi ocupada por três motocicletas Ducati. Na verdade, Bagnaia conseguiu a pole position na qualificação, à frente de Jack Miller e seu companheiro de equipe Luca Marini. O mesmo também aconteceu no último Grande Prêmio da temporada onde largou da pole position Jorge Martín (Pramac Racing Team), à frente de Bagnaia e Miller.
  • Em todos os Grandes Prêmios da temporada de 2021, pelo menos uma Ducati largou da primeira linha do grid. Dos 54 resultados da primeira linha disponíveis nas 18 corridas do Grande Prêmio, o fabricante italiano alcançou 30. Isso significa que 55% das primeiras linhas nesta temporada foram ocupadas por motos Ducati.
  • Os pilotos da Ducati Lenovo Team largaram da primeira linha, nas duas primeiras posições, em 3 ocasiões este ano: no GP de San Marino e Riviera di Rimini, no GP do Made in Italy e Emilia Romagna e no GP do Algarve.
  • Em 8 das 18 corridas disputadas nesta temporada, pelo menos 2 pilotos da Ducati terminaram no pódio.
  • Em apenas 4 das 18 corridas realizadas este ano, nenhum piloto da Ducati subiu ao pódio. Em 17 dos 18 Grandes Prêmios de 2021, pelo menos uma Ducati terminou entre as 4 primeiras da corrida. Só em Sachsenring o melhor piloto da Ducati foi Bagnaia, quinto.
  • Pela primeira vez na história da Ducati no MotoGP, um piloto de uma equipe independente conquistou a vitória: Jorge Martín (Pramac Racing Team), vencedor do GP da Estíria.
  • Jorge Martín também fez a primeira pole position no segundo GP da temporada de 2021, no ano de estreia no MotoGP. No mesmo Grande Prêmio, o espanhol também obteve o seu primeiro pódio. Graças aos excelentes resultados desta temporada, Jorge conquistou o título de melhor estreante de 2021.
  • O companheiro de equipe de Martín, Johann Zarco, conquistou o título de melhor piloto entre as equipes independentes.
  • A equipe Ducati Pramac Racing, com apoio de fábrica, conquistou o título de 2021 como melhor equipe independente de MotoGP.
  • Pecco Bagnaia e Jack Miller, pilotos da Ducati Lenovo Team, alcançaram seu melhor resultado no Campeonato Mundial de MotoGP de 2021. Com 252 pontos, Bagnaia terminou a temporada como vice-campeão mundial, 26 pontos atrás de Fabio Quartararo. Miller terminou o campeonato em quarto lugar com 181 pontos, 97 pontos atrás do líder.

Com 4 vitórias em Aragón, Misano, Portimão e Valência, Bagnaia tornou-se o quarto piloto da Ducati a ter conseguido mais sucessos de MotoGP com a Desmosedici GP.

Amanhã e sexta-feira, 19 de novembro, no Circuito de Jerez - Ángel Nieto, as equipes Ducati e os seus pilotos estarão de volta à pista para enfrentar os primeiros dois dias de testes de inverno da Temporada de 2022 do MotoGP  

Cadastre-se para receber novidades Ducati

 Ao inserir seu endereço de e-mail, você estará sempre atualizado com as últimas notícias e promoções da Ducati. A qualquer momento, você pode concluir seu registro e criar seu perfil na Ducati.com para receber comunicações personalizadas e acessar todos os recursos. 

Insira um e-mail válido