Grande Prêmio de Made in Italy e Emilia Romagna: A Ducati Lenovo Team retorna a Misano para competir na décima sexta etapa do Campeonato Mundial de MotoGP de 2021

Pouco mais de um mês após o último final de semana da corrida realizada no Circuito Mundial de Misano "Marco Simoncelli" e que viu Pecco Bagnaia triunfar frente à sua torcida, a Ducati Lenovo Team retorna à pista de Romagna para enfrentar a décima sexta etapa do Campeonato Mundial de MotoGP 2021: o Grande Prêmio do Made in Italy e Emilia Romagna.

No último GP realizado aqui em setembro, Bagnaia provou ser o dominador absoluto do fim de semana: depois de garantir a pole position no sábado e assinar o novo recorde da pista, Pecco obteve a segunda vitória consecutiva no MotoGP, mantendo-se no comando da corrida desde o início até o final. Além do piloto piemontês, Casey Stoner em 2007 e Andrea Dovizioso em 2018 também levaram a Demosedici GP ao primeiro degrau do pódio em Misano. Por outro lado, o total de pódios conquistados pela Ducati na pista da Romagna sobe para 9, graças também ao terceiro lugar conquistado por Enea Bastianini na última prova.

No Grande Prêmio agendado para este fim de semana, Pecco buscará mais uma vitória diante da torcida da casa, na tentativa de manter o Campeonato aberto, que atualmente o vê em segundo lugar, 52 pontos atrás de Quartararo. O companheiro Jack Miller, que terminou em quinto na última corrida, também retorna à pista de Misano determinado a lutar por um bom resultado e somar outros pontos importantes para a classificação geral, que atualmente o vê em quarto com 26 pontos da terceira posição ocupada por Joan Mir. Após as primeiras quinze rodadas da temporada de 2021, a Ducati e a Ducati Lenovo Team ocupam a primeira posição respectivamente no Campeonato de Construtores e na classificação reservada às equipes.

Além dos dois pilotos de fábrica, Michele Pirro está de volta à pista este final de semana com a Ducati Test Team. O piloto de testes da empresa bolonhesa vai de fato participar como wildcard no Grande Prêmio, elevando para 60 corridas até agora no MotoGP.

 

Francesco Bagnaia (# 63 Ducati Lenovo Team) - 2º (202 pontos)

“Voltar a correr em Misano depois da grande vitória obtida aqui diante dos meus fãs há um mês é certamente muito emocionante! Nesse fim de semana tudo foi perfeito e os dois dias de testes pós-corrida também foram muito positivos para nós. Apesar disso, temos de manter o foco: os nossos rivais também chegarão a este Grande Prêmio muito mais bem preparados e as condições da pista serão certamente diferentes, com as temperaturas do asfalto mais baixas do que há um mês. Será importante trabalhar bem desde as primeiras sessões. O objetivo é lutar pela vitória e tentar manter o Campeonato aberto até o fim”.

Jack Miller (# 43 Ducati Lenovo Team) - 4º (149 pontos)

“Estou feliz por correr mais uma vez em Misano este ano! É a pista da Ducati em casa e há sempre muitos fãs que nos apoiam, por isso este final de semana também vai ser especial. No último Grande Prêmio fomos bastante competitivos, embora não tenhamos conseguido os resultados desejados na corrida, mas agora temos certamente uma base mais sólida para trabalhar durante o final de semana. Também tivemos dois dias de testes em setembro e o feedback foi ótimo. As condições certamente serão diferentes do que há um mês e nossos rivais também estarão mais competitivos, mas estou otimista e determinado a lutar por um bom resultado. Estamos próximos do terceiro lugar da classificação, por isso será muito importante tentar somar o máximo de pontos possível”.
 

Michele Pirro (# 51 Ducati Test Team) - 23º (8 pontos)

“Estou emocionado por poder voltar a correr aqui em Misano! No último Grande Prêmio de Setembro quase cheguei aos dez primeiros, terminando em 11º numa boa corrida, na qual me diverti muito! Espero poder fazer ainda melhor neste fim de semana, mas obviamente o objetivo principal será, como sempre, ajudar Pecco e Jack a obter o melhor resultado possível na corrida, bem como coletar outros dados importantes para continuar o trabalho de desenvolvimento da nossa Desmosedici GP. Correr em casa é sempre muito emocionante: faremos o nosso melhor para tentar entreter todos os Ducatistas que virão torcer por nós aqui em Misano!”

A Ducati Lenovo Team vai para a pista na sexta-feira, 22 de outubro, começando às 04h55, hora local, para a primeira sessão de treinos livres, enquanto a corrida terá início no domingo, 24 de outubro, às 09h, hora italiana, numa distância de 27 voltas.

Informações de circuito

País: Itália

Nome: Circuito Mundial de Misano "Marco Simoncelli"

Volta mais rápida: Bastianini (Ducati), 1: 32,242 (164,9 km / h) - 2021

Recorde do circuito: Bagnaia (Ducati), 1: 31,065 (167,0 km / h) - 2021

Velocidade máxima: Zarco (Ducati), 302,5 km / h - 2021

Comprimento da trilha: 4,2 km

Duração da corrida: 27 voltas (114,1 km)

Voltas: 16 (6 à esquerda, 10 à direita)

Resultados 2021

Pódio: 1º Bagnaia (Ducati), 2º Quartararo (Yamaha) 3º Bastianini (Ducati)

Pole Position: Bagnaia (Ducati), 1: 31,065 (167,0 km / h) - 2021

Volta mais rápida: Bastianini (Ducati), 1: 32,242 (164,9 km / h) - 2021

 Informações dos Pilotos
 

Jack Miller

Moto: Ducati Desmosedici GP

Número da corrida: 43

GP disputado: 168 (114 x MotoGP, 49 x Moto3, 6 x 125 cc)

Primeiro GP: Qatar 2015 (MotoGP), Qatar 2012 (Moto3), Alemanha 2011 (125 cc)

Vitórias: 8 (3 MotoGP + 6 Moto3)

Primeira vitória do GP: Holanda 2016 (MotoGP), Qatar 2014 (Moto3)

Pole position: 9 (1 MotoGP + 8 Moto3)

Primeira pole: Argentina 2018 (MotoGP), América 2014 (Moto3)

Títulos mundiais: -

Francesco Bagnaia

Moto: Ducati Desmosedici GP

Número da corrida: 63

GP disputado: 149 (44 x MotoGP, 36 x Moto2, 69 x Moto3)

Primeiro GP: Qatar 2019 (MotoGP), Qatar 2017 (MotoGP), Qatar 2013 (MotoGP)

Vitórias: 12 (2 MotoGP + 8 Moto2 + 2 Moto3)

Primeira vitória do GP: Aragón 2021 (MotoGP), Qatar 2018 (Moto2), Holanda 2016 (Moto3)

Pole Position: 11 (4 MotoGP, 6 Moto2 + 1 Moto3)

Primeira Pole: Qatar 2021 (MotoGP), França 2018 (Moto2), Grã-Bretanha 2016 (Moto3)

Títulos mundiais: 1 (Moto2, 2018)

Michele Pirro

Moto: Ducati Desmosedici GP

Número da corrida: 51

GP disputado: 105 (59 x MotoGP, 18 x Moto2, 29 x 125 cc)

Primeiro GP: Qatar 2012 (MotoGP), Aragón 2010 (Moto2), Itália 2003 (125cc)

Vitórias: 1 (Moto2)

Primeira vitória do GP: Valência 2011 (Moto2)

Pole Position: 1 (Moto2)

Primeira Pole: Valência 2011 (Moto2)

 Informações do Campeonato
 

Classificação Pilotos
Francesco Bagnaia (#63 Ducati Lenovo Team) – 2º (161 pontos)
Jack Miller (#43 Ducati Lenovo Team) – 5º (129 pontos)
Michele Pirro (#51 Ducati Lenovo Team) – 25° (3 pontos)
 

Classificação Construtores
Ducati – 1º (291 pontos)
 

Classificação Equipe
Ducati Lenovo Team – 1º (351 pontos)

Cadastre-se para receber novidades Ducati

 Ao inserir seu endereço de e-mail, você estará sempre atualizado com as últimas notícias e promoções da Ducati. A qualquer momento, você pode concluir seu registro e criar seu perfil na Ducati.com para receber comunicações personalizadas e acessar todos os recursos. 

Você concorda com o processamento
Insira um e-mail válido