Grande Prêmio Brembo do Algarve: A Ducati Lenovo Team regressa à pista de Portimão (Portugal) para enfrentar a penúltima etapa da temporada de 2021 do MotoGP

Os pilotos da Ducati Lenovo Team estão prontos para regressar à pista este fim de semana para enfrentar a penúltima etapa do Campeonato Mundial de MotoGP no famoso Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão (Portugal), que foi palco do GP de Portugal no mês de Abril, a primeira etapa europeia da temporada 2021.

Na ocasião, Francesco Bagnaia foi um dos protagonistas de uma corrida incrível, conseguindo subir ao segundo degrau do pódio apesar de partir apenas com o décimo primeiro tempo mais rápido. O piloto piemontês, recém-saído de uma queda no último Grande Prêmio em casa realizado em Misano enquanto lutava pela vitória, está pronto para regressar aos famosos altos e baixos da pista portuguesa, determinado a estar mais uma vez entre os principais protagonistas da final de semana. Com o campeonato de pilotos agora atribuído, Bagnaia tentará somar mais pontos à classificação geral para confirmar o seu segundo lugar no campeonato, e manter a liderança sobre o terceiro classificado Joan Mir, atualmente 27 pontos atrás.

Jack Miller, vítima como o seu companheiro de equipa de um acidente no último Grande Prêmio de Itália, também está de volta à ação com o objetivo de se redimir na pista portuguesa. Em 2019, o australiano foi protagonista de uma disputa acalorada pela vitória, terminando em segundo, enquanto no último GP de Portugal Miller foi forçado a abandonar na sequência de uma queda. O piloto da Ducati Lenovo Team pretende assim voltar a lutar por um importante resultado em Portimão.

Após as primeiras dezesseis etapas da temporada de 2021, Miller está em quinto lugar no campeonato com 149 pontos. A Ducati lidera a classificação de construtores, enquanto a Ducati Lenovo Team atualmente ocupa a segunda posição na classificação de equipes.

Francesco Bagnaia (# 63 Ducati Lenovo Team) - 2º (202 pontos)

“Ter tirado uns dias de folga depois da corrida de Misano foi muito útil para recuperar as energias para enfrentar as duas últimas corridas consecutivas da temporada. O Campeonato do Mundo de Pilotos está decidido, mas ainda temos de nos manter focados: o nosso objetivo continua a ser conseguir obter o máximo resultado em cada fim de semana de corrida, por isso chego a Portimão energizado e determinado a fazer bem! No último Grande Prêmio aqui realizado consegui subir ao pódio apesar de ter começado bastante atrás na corrida e este final de semana vamos tentar novamente lutar pela vitória. Devemos tentar somar o máximo de pontos possível tanto para confirmar a segunda posição no campeonato, mas também para tentar garantir os títulos de equipes e construtores. Estou otimista e confiante de que posso ir bem aqui em Portugal”.

 

Jack Miller (# 43 Ducati Lenovo Team) - 5º (149 pontos)

“Estou feliz por voltar a correr em Portugal! O Autódromo do Algarve é verdadeiramente uma pista incrível onde me divirto sempre! Infelizmente na última vez que tivemos um Grande Prêmio aqui, não consegui terminar o final de semana como esperávamos: depois de uma queda na sexta volta da corrida, fui forçado a abandonar, por isso volto a Portimão determinado a me redimir e lutar por um bom resultado! É a penúltima corrida do ano e quero terminar a minha temporada com uma pontuação positiva. Além disso, continuamos a lutar pelo título de Construtores e pelo título de Equipe, por isso farei de tudo para ajudar a Ducati e a equipe a alcançar estes dois importantes objetivos”.

O final de semana do Grande Prêmio Brembo do Algarve começa na sexta-feira de manhã com a primeira sessão de treinos livres às 9h55 locais, enquanto a corrida está agendada para a tarde de domingo às 10h (horário de Brasília), com 25 voltas.

 

Informações do Circuito

País: Portugal

Nome: Autódromo Internacional do Algarve

Volta mais rápida: Rins (Suzuki) 1: 39,450 (166,2 km / h) - 2021

Recorde do circuito: Quartararo (Yamaha) 1: 38.862 (167,2 km / h) - 2021

Velocidade máxima: Dovizioso (Ducati) 351,7 km / h - 2020

Comprimento da pista: 4,6 km

Distância da corrida: 25 voltas (115 km)

Voltas: 15 (6 à esquerda, 9 à direita)

Resultados 2021

Pódio: 1º Quartararo (Yamaha), 2º Bagnaia (Ducati), 3º Mir (Suzuki)

Pole Position: Quartararo (Yamaha), 1: 38.862 (167,2 km / h)

Volta mais rápida: Rins (Suzuki) 1: 39,450 (166,2 km / h)

Informações dos Pilotos

Jack Miller

Moto: Ducati Desmosedici GP

Número da corrida: 43

GP disputado: 170 (115 x MotoGP, 49 x Moto3, 6 x 125 cc)

Primeiro GP: Qatar 2015 (MotoGP), Qatar 2012 (Moto3), Alemanha 2011 (125 cc)

Vitórias: 9 (3 MotoGP + 6 Moto3)

Primeira vitória do GP: Holanda 2016 (MotoGP), Qatar 2014 (Moto3)

Pole position: 9 (1 MotoGP + 8 Moto3)

Primeira pole: Argentina 2018 (MotoGP), América 2014 (Moto3)

Títulos mundiais: -

Francesco Bagnaia

Moto: Ducati Desmosedici GP

Número da corrida: 63

GP disputado: 150 (45 x MotoGP, 36 x Moto2, 69 x Moto3)

Primeiro GP: Qatar 2019 (MotoGP), Qatar 2017 (MotoGP), Qatar 2013 (MotoGP)

Vitórias: 12 (2 MotoGP + 8 Moto2 + 2 Moto3)

Primeira vitória do GP: Aragón 2021 (MotoGP), Qatar 2018 (Moto2), Holanda 2016 (Moto3)

Posição do polo: 12 (5 MotoGP, 6 Moto2 + 1 Moto3)

Primeira pole: Qatar 2021 (MotoGP), França 2018 (Moto2), Grã-Bretanha 2016 (Moto3)

Títulos mundiais: 1 (Moto2, 2018)

 

Informações do Campeonato
 

Classificação de Pilotos
Francesco Bagnaia (#63 Ducati Lenovo Team) – 2º (202 pontos)
Jack Miller (#43 Ducati Lenovo Team) – 5º (149 pontos)
 

Classificação de Construtores
Ducati – 1º (307 pontos)
 

Classificação de Equipe
Ducati Lenovo Team – 2º (351 pontos) 

Cadastre-se para receber novidades Ducati

 Ao inserir seu endereço de e-mail, você estará sempre atualizado com as últimas notícias e promoções da Ducati. A qualquer momento, você pode concluir seu registro e criar seu perfil na Ducati.com para receber comunicações personalizadas e acessar todos os recursos. 

Insira um e-mail válido